ACP ouvido no Parlamento

ACP ouvido hoje na comissão parlamentar por causa dos preços dos combustiveis.

As queixas do Automóvel Clube de Portugal (ACP) sobre preços dos combustíveis excessivos e a suspeita de concertação vão hoje ser objeto de uma audição parlamentar da comissão de assuntos económicos ao presidente daquela instituição, Carlos Barbosa.  

A audição foi pedida pelo CDS que, em requerimento enviado à Assembleia da República, justificou o pedido com o facto de a Galp ter anunciado recentemente a abertura de uma rede de postos de baixo custo ('low cost'), demonstrando assim ser possível a prática de preços mais baixos no mercado nacional.
O ACP tem defendido que existe em Portugal uma concertação de preços das gasolineiras e denunciado o que chama a "inoperância" da Autoridade da Concorrência (AdC) face ao que considera preços excessivos e lesivos dos interesses dos consumidores.
Para o Automóvel Clube de Portugal, a abertura daquele posto pela Galp - que concorre com os postos de combustíveis dos hipermercados - é um sinal de que é possível baixar os preços dos combustíveis e de que o ACP tem razão quando denunciou a inoperância da AdC face aos preços excessivos dos combustíveis.
O primeiro posto de baixo custo da Galp abriu em Setúbal, há mais de uma semana.

in Lusa
21/09/2010

scroll up