Neuville domina WRC em Espanha com Evans à espreita

|AUTOCLUBE

O piloto belga da Hyundai passou dois dias ao ataque, mas com vigilância apertada do Toyota de Evans.

NEUVILLE-Espanha-2021-900

Numa altura em que faltam 4 especiais par o final do Rali de Espanha, Thierry Neuville tem feito tudo para vencer a prova na Catalunha, mas sem perder a sombra constante de Elfyn Evans que, luta não só pela vitória, mas também por uma posição em que possa discutir o título de 2021 com Sébatien Ogier. Depois da baixa de Ott Tanak, a Hyundai aposta tudo em Dani Sordo, o piloto espanhol que, parece ter a obrigação de assinar um rali competitivo no seu país, não conseguindo, no entanto, superiorizar-se a Ogier que defende a 3ª posição com a determinação necessária em sair da Catalunha como o grande favorito à revalidação do título de Campeão do Mundo de Ralis. Sordo está a menos de sete segundos de Ogier, tendo a “obrigação” de se intrometer entre Evans e Ogier.

Depois de 13 especiais disputadas, Neuville não dá tréguas e lidera com 16,4 segundos de vantagem para Elfyn Evans, ele também um legitimo candidato ao título de 2021. Se o belga da Hyundai assinou impressionante ptestaçãp vencendo 9 das 13 especiais disputadas os 14,2 segundos de vantagem que tem perante Elfyn Evans, poderão não ser suficientes para as derradeiras quatro especiais que faltam disputar. Se Evans está perto do líder Neuville, também Sordo está a menos de 7 segundos de Ogier, o que pode ser muito interessante para uma luta renhida nas 4 especiais que faltam disputar.

Depois de um pódio carregado de emoções e de Sordo ter rédea livre para atacar Ogier, o jovem Kalle Rovanpera coloca o 3º Toyota Yaris na 5ª posição, já longe de Sordo, mas colocando o Hyundai de Solberg e o Ford de Greensmith a mais de dois minutos de diferença. Os Hyundai de Solberg e Solans não estão longe, mas ocupam posições distantes de quaisquer veleidades. Entre os WRC 2 o francês Eric Camilli comanda ao volante do Citroen C3 Rally2, que segura a liderança perante o Skoda Fabia Rally2 evo de Nikolay Gryazin e Emil Lindholm.

Quando faltam apenas 4 especiais para o final da prova espanhola, Neuville caminha para um apetecível e merecido triunfo, com Evans, Ogier e a Toyota a fazerem contas apertadas para o campeonato.

 

scroll up