Alonso e Renault já trabalham para 2021

|AUTOCLUBE

O espanhol esteve nas instalações de Enstone, na Inglaterra, e Viry-Chatillon, em França, pela primeira vez em dez anos.

AlonsoF1

O regresso de Fernando Alonso à Fórmula 1 e à Renault, com quem conquistou os dois títulos de Campeão do Mundo, já tinha sido anunciado em julho passado, mas só esta semana é que Fernando Alonso visitou as instalações da equipa e Inglaterra e em França pela primeira vez em uma década.

A visita teve por intuito iniciar os trabalhos com vista à próxima temporada de 2021, com o espanhol a passar dois dias em Enstone, onde teve a oportunidade de contactar com o simulador de pilotagem, ajustar o banco do monolugar ao corpo, reunir-se com engenheiros da formação e visitar o túnel de vento, onde viu os progressos para o próximo ano.

Seguiu-se ainda uma incursão pelas instalações de Viry-Chatillon onde Alonso esteve com os técnicos responsáveis pela construção do bloco propulsor com que a Renault pretende voltar à luta pelo título de Campeã do Mundo a partir de 2021.

“Estar de volta a Enstone foi uma experiência muito boa, vivi aqui dias muito emocionantes no passado,” começou por comentar o espanhol, que reconheceu algumas mudanças. “O simulador é novo, o túnel de vento foi atualizado, mas há algumas coisas que estão na mesma: os escritórios são os mesmos, o ginásio, que visitava muitas vezes...”

Um regresso a casa que teve sabor a “primeiro dia de escola, com muitas coisas para aprender e conhecer, mas muito produtivo,” disse.

“Fiz um programa completo no simulador para me acostumar um pouco ao carro. Depois tive reuniões com os elementos principais da equipa para compreender o programa do próximo ano e começar a ficar ao corrente.”

Creio que a equipa está em boa forma para o futuro. As últimas corridas foram encorajadoras para todos, para mim também,” rematou Fernando Alonso.

O espanhol competiu com a Renault por dois períodos ao longo da sua primeira passagem pela Fórmula 1. A primeira entre 2003 e 2006, altura em que conquistou os títulos de Campeão de Mundo (2005 e 2006), e depois nas épocas de 2008 e 2009.

scroll up