Aston Martin recria o histórico DB4 GT Zagato

|AUTOCLUBE

A nova versão dá continuidade ao programa Continuation da marca, que está a refazer alguns dos modelos mais conhecidos.

aston martin_db4

A Aston Martin relançou um dos seus modelos mais emblemáticos que brilhou nas pistas, na década de 60: o DB4 GT Zagato. Na época foram construídas 19 unidades para meio século depois, a marca voltar a produzir outras tantas unidades, respeitando o modelo original embora com algumas alterações que as modernas tecnologias obrigam. Por cada carro, a marca dedica cerca de 4.500 horas na sua construção.

O Aston martin DB4 GT Zagato Continuation, o nome desta nova série, tem os painéis da carroçaria produzidos em alumíno e posteriormente instalados num chassis tubular, mais leve, por forma a ser mais eficaz em pista.

O habitáculo conta com diversos elementos em pele negra, assim como os painéis interiores das portas, os forros da zona traseira e até os assentos desportivos são produzidos em fibra de carbono.

O motor de seis cilindros em linha tem uma capacidade de 4,7 litros e uma potência máxima próxima dos 400 cv. Passa a potência para as rodas traseiras através de uma caixa de velocidades manual de quatro relações e de um diferencial autoblocante.

A versão Zagato do DB4 GT dá continuidade ao programa Continuation da Aston Martin, que tem a missão de refazer alguns dos modelos mais conhecidos da marca, com o objetivo de comemorar o seu primeiro centenário. O novo modelo deverá chegar aos clientes no final de 2019 e cada carro rondará os 7 milhões de euros.

A revelação oficial do DB4 GT Zagato está agendada para a próxima edição das 24 horas de Le Mans, que se realiza no fim de semana de 15 e 16 de junho.

scroll up