Um senhor do desporto automóvel

|AUTOCLUBE

Domingos Piedade conheceu de perto todas as vertentes do desporto automóvel. Morreu ontem aos 75 anos, vítima de doença prolongada.

Domingos-Piedade-840

Foi notável a grande carreira internacional de Domingos Piedade. Diretor desportivo da Fórmula 1, tendo desempenhado funções de vice-presidente na Mercedes AMG, Piedade esteve diretamente ligado às carreiras de Emerson Fittipaldi, Michele Alboretto e até de Michael Schumacher, quando o alemão ingressou na Fórmula 1, depois dos mundiais de karting. Foi amigo íntimo de Ayrton Senna da Silva, tendo participado na gestão da sua carreira desportiva. Esteve também ligado à carreira desportiva de Pedro lamy, quando o piloto português esteve na Fórmula 1. Domingos Piedade fez parte da direção do ACP presidida por Carlos Barbosa e triunfou nas 24 Horas de Le Mans, integrando a equipa Joest como diretor desportivo com o lendário Porsche 956. Comentador desportivo e colunista em diversas publicações, tendo sido uma das vozes mais abalizadas no mundo da Fórmula 1, a nível internacional. Domingos Piedade viveu sempre com o desporto automóvel no coração.

scroll up