Opel não vai estar no Salão de Munique

|AUTOCLUBE

A marca alemã engorda a lista dos fabricantes de automóveis que não vão marcar presença naquele certame.

frankfurt-salao-900

Além da Opel, todas as marcas do grupo Stellantis vão faltar ao Salão Automóvel de Munique que abre portas a 7 de Setembro. O mesmo é dizer que, também a Citroën, Peugeot, Fiat, Alfa Romeo e Jeep, entre outros fabricantes inseridos na Stellantis, estarão ausentes na edição deste ano do Internationale Automobil-Ausstellung (IAA).

A ausência da marca de Rüsselsheim causou particular surpresa numa altura em que o fabricante se prepara para apresentar o novo Astra, que pela primeira vez na sua história se irá eletrificar, com versões híbridas plug-in. A revelação oficial vai acontecer num evento à parte, semanas antes da abertura do salão.

O facto de em 2019 o número de visitantes do Salão de Frankfurt ter diminuído substancialmente e de 22 marcas terem estado ausentes, a entidade organizadora do evento decidiu mudar a localização do salão para Munique. Mas as novidades não se ficam por aqui. O próprio conceito vai mudar, deixando de ser apenas um salão automóvel para se assumir como uma plataforma de mobilidade.

Ainda entre as marcas ausentes em Munique contam-se a Toyota, Kia ou Land Rover. Pelo contrário, a Audi, Porsche, Volkswagen, Mercedes-Benz, BMW, Ford, Dacia e Polestar já confirmaram as suas presenças no salão.

scroll up