Mini diz adeus aos revestimentos a couro

|AUTOCLUBE

A opção vai passar por materiais mais sustentáveis a utilizar nos interiores dos futuros modelos.

urbanaut-900

Para a Mini, a utilização de couro no revestimento de estofos e outras áreas dos habitáculos parece ter chegado ao fim. E tudo por questões ambientais. Esta decisão poderá ter efeito na próxima geração de automóveis da marca britânica, caso do Mini elétrico, os de 3 e 5 portas, versões descapotáveis ou os modelos Clubman e Countryman.

“Não precisamos de mais couro no futuro , porque não acreditamos que seja sustentável”, afirma Oliver Heilmer, designer chefe da Mini. “Estamos totalmente convencidos de que teremos produtos modernos e de alto valor sem couro”, adianta aquele responsável.

Esta mudança faz parte da nova estratégia da marca Mini, que envolve quatro ideias-chave: responsabilidade, curiosidade, pulsação e ousadia. Isso pode ser englobado no compromisso de produzir carros ecológicos, compactos e divertidos de conduzir.

Aliás, a Mini já tem utilizado materiais reciclados nos seus veículos, mas agora pretende ir mais longe na substituição por materiais não convencionais como os que utilizou no concept Urbanaut (na imagem), a visão de minivan do Mini revelada no final de 2020.

scroll up