Simulação da prova Rally ACP Clássicos

Neste Módulo, explicaremos tudo o que devemos fazer numa das provas do ACP Clássicos: o Rally ACP Clássicos.

Tentaremos esclarecer o que se pode preparar antes da prova e o que se deve fazer, à medida que nos vão disponibilizando mais documentação. Para tal, vamos trabalhar com documentos reais, fornecidos para esta prova em 2019:

Para simularem esta prova, juntamos os respetivos documentos: 

- Regulamento  
- Lista de inscritos  
- Road Book  
- Carta de Controlo  
- Tabelas de Médias  
- Briefing  

Rally ACP Classicos

Preparação do Rally ACP Clássicos

A reter do Regulamento

Para além de sabermos os prazos de inscrição, as viaturas admitidas nesta prova e outras informações importantes, retemos do Regulamento que no Rali ACP Clássicos só haverá 3 tipos de provas:

  • Provas de Regularidade Absoluta (PRA);
  • Provas de Regularidade por Sectores (PRS);
  • Provas de Regularidade à Figura (PRF).

Com esta informação ficamos a saber que não haverá Provas de CHSP, nem PRH, nem provas mistas;

  • Pelo Art.º 6.2.2 verificamos que “Os automóveis concorrentes deverão estar equipados com, pelo menos, um extintor de incêndio de carga não inferior a 2 quilogramas”;
  • Pelo Art.º 13 ficamos a saber que haverá uma Carta de Controlo para cada secção, que é entregue à partida da mesma;
  • O Art.º 16 refere que nos Controlos Horários ou CHSP haverá uma tolerância de somente 2 segundos por atraso;
  • O mesmo Art.º 16 explica que nos Controlos Horários (CH), e não CHSP, é permitido controlar por avanço, sem que a equipa incorra em qualquer penalização;
  • O Art.º 17 menciona que o controlo de tempos será efetuado pelo sistema Blunik;
  • Os Art.os 18, 19 e 20 referem que no início das PECR haverá sempre uma placa informativa com bandeira vermelha e no final uma placa com a bandeira vermelha cortada;
  • Nos mesmos artigos refere-se que as penalizações são sobre a hora ideal, à décima de segundo, com uma tolerância de cinco décimas de segundo por atraso ou por avanço;

Muito mais se pode retirar da leitura do Regulamento, mas julgamos que estas informações são as mais importantes, por serem as que mais variam de prova para prova.

O que podemos fazer antes da prova

Nas provas do ACP Clássicos, aquando das verificações, geralmente é entregue o Road-Book, e isso aconteceu nesta prova. Para além deste Caderno de Itinerário foram também fornecidos o Briefing e as tabelas de médias, documentação que podem encontrar junto ao Módulo.

Por último, também foi publicada a lista de participantes com a hora de partida e, a partir da sua leitura, ficámos a saber que, para todos os formandos, será às 10:31:30 As distâncias estão aferidas por um Km padrão, e o Briefing e o Road-Book indicam a sua localização. Antes da prova convém aferir os instrumentos que temos a bordo, nem que seja só o Rabbit.

Do estudo do Road-Book ficamos a saber que:

  • Este Road-Book começa do zero no início de cada PECR, que é diferente das 500 milhas;
  • 5,02 Km após o início, temos a PECR 1, que é uma PRA, realizada à média de 50 km/h e com uma extensão de 7,45 km. Ainda não temos a hora de início ou os tempos a efetuar, que só receberemos à partida para a prova;
  • 27,52 Km após o início da PECR1, começa a PECR2, uma PRF. Tem uma média de 50 km/h até ao Km 3,2, de 36 km/h até ao km 3,7 e de 50 km/h até ao final, ao km 5,84;
  • 9,48 Km após o início da PECR2 começa a PECR3, que é uma PRA. Tem uma média de 50 km/h até ao Km 2,1, de 36 km/h até ao km 2,8 e de 50 km/h até ao final, ao km 4,52;
  • 17,03 Km após a partida para a PECR3, inicia-se a PECR4, uma PRF. Toda à média de 50 km/h e com 3,04 km no total. É a PRF que o Nuno Serrano e o Alexandre Berardo fizeram no Módulo 5, mas com uma média diferente;
  • 6,97 Km após o início da PECR4 começa a PECR5, que é uma PRA. Tem média de 50 km/h até ao Km 2,8, de 36 km/h até ao km 3,6 e de 50 km/h até ao final, ao km 5,23. É a PRA que o Nuno Serrano e o Alexandre Berardo fizeram no Módulo 4, mas com uma média diferente;
  • 12,22 km depois de se ter iniciado a PECR5, começa a PECR6, a única PRS desta secção do Rali ACP Clássicos. São 2 sectores de 1,6 km a efetuar a uma média que ainda não sabemos;
  • 18,50 Km após o início da PECR6, começa a PECR7, que é uma PRA. Tem uma média de 50 km/h e um total de 5,35 Km.
  • Muito perto do final da PECR7, 1,57 km depois, começa a PECR8, que é a última desta secção. Tem uma média de 50 km/h até ao km 4,2, de 36 km/h até ao km 4,4 e de 50 km/h até ao final, ao km 7,94;
  • Por último ficamos a saber que o CH será 12,46 km depois do início da PECR8.

Neste Road-Book ainda podemos salientar que na PECR2, a primeira figura da página 7 está 150 metros depois da anterior, a que consta na página 6. Convém estar atento para não saltar uma figura na mudança de página. Mas ainda é preciso ter mais atenção na página 8, onde a primeira figura fica 70 metros depois da anterior, sendo esta uma mudança de média. É daqueles locais onde os mais inexperientes se podem perder com facilidade.

Na PECR4 temos uma mudança de direção, 50 metros depois de uma placa de povoação, figura 90 da página 13. Mais um local a ter em conta para não nos perdermos. Com os dados que vimos já podemos começar a preparar as diversas PECR. Consideraremos a programação do Rabbit em todas as PECR porque, para quem não tem um contador de metros no carro, pode ser uma ajuda. Mas atenção que só devemos concluir a programação do Rabbit, caso haja tempo para isso. O mais importante dentro do carro é:

  1. Não nos perdermos no Road-Book;
  2. Começarmos as PECR à hora ideal;
  3. Cumprirmos as PECR como nos pedem e sem erros.

O uso do Rabbit só é essencial nas PRA. Nas restantes PECR pode ajudar mas não é imprescindível. Para usarmos o Rabbit como odómetro basta ir acertando a distância.

Início da Prova

No Rabbit

Se não tivermos mais nenhum contador de metros e quisermos ter o Rabbit na ligação, podemos criar uma PECR0, só para termos a distância e sabermos que não estamos atrasados para chegar à PECR1 (Não é habitual fazer isto, mas é possível).

Como não sabemos a que horas começamos a PECR1, podemos carregar os restantes dados no Rabbit. (ver imagem do lado direito).

Iremos efetuar as contas do Rabbit com ligações. Poucos concorrentes as usam, porque é necessário calcular o tempo até à PECR seguinte e é mais uma conta que tem de se fazer. Pode dar jeito, mas não é muito importante ter a ligação no Rabbit.

Fazemos esta ligação no Rabbit como exercício, mas nesta prova não era aconselhado, porque a ligação é curta (5 km) e o mais importante é programar o Rabbit para a PECR1, que é uma PRA.

Rabbit 2.0

PECR1

Relativamente à PECR 1 sabemos que vai ser uma PRA, toda à média de 50 km/h.

Se não quiserem ter só o Rabbit, podem calcular o tempo da PECR acumulado em cada figura do Road-Book. Assim, no caso de falhar alguma coisa no Rabbit, há sempre outra maneira de controlar (pouco, mas é melhor que nada). Usando a tabela que foi fornecida com o Módulo 4 temos:

Rabbit 2.0

No Rabbit

Para a PECR1 não sabemos a hora de início, mas podemos calcular o resto, deixando o Rabbit “meio programado”.

No início de cada PECR do Rali ACP Clássicos o Road-Book começa do zero. Assim, o Rabbit também tem de ser colocado a zero.

Passados 27,52 Km desde o início da PECR1, começamos a PECR2.

Antes de começar a prova podemos fazer uma programação prévia do Rabbit para a PECR1 (ver imagem do lado direito).

Rabbit 2.0

PECR2

A PECR 2 é uma PRF com mudanças de média.

50 Km/h até ao Km 3,2; 36 km/h até ao km 3,7 e 50 km/h até ao final, ao km 5,84. 9,48 km após o início da PECR2, começamos a PECR3.

Não sabemos a hora de início, mas podemos colocar o tempo de passagem acumulado da PECR em cada figura do Road-Book. Para tal, podemos usar a tabela de médias do Módulo 4, como consta na tabela do lado direito.

Rabbit 2.0

No Rabbit

Podemos pré carregar alguns dados no Rabbit, como está na imagem do lado esquerdo.

No final há uma diferença entre a tabela e o Rabbit de 0,1seg, devido a arredondamentos.

Rabbit 2.0

PECR3

Para a PECR 3, podemos colocar as horas de passagem em cada figura, usando a folha de cálculo do Módulo 4. Embora nos possamos guiar pela tabela de médias fornecida, essa não tem as horas de cada figura, por ser de 100 em 100 metros. A tolerância que temos, conforme consta do Regulamento, é +/- 0,5 segundos.

Rabbit 2.0

No Rabbit

Podemos carregar previamente alguns dados no Rabbit, como está na imagem do lado direito.

Rabbit 2.0

PECR4

Esta PECR é novamente uma prova à figura, à média de 50 km/h. É a PECR que o Nuno Serrano e o Alexandre Berardo fizeram no Módulo 5, mas nessa filmagem à média de 45 km/h. Usando a tabela do Módulo 4, poderíamos colocar o minuto e o segundo de passagem em cada figura do Road-Book (ver tabela do lado direito).

 

Rabbit 2.0

No Rabbit

A pré programação do Rabbit nesta PECR é das mais simples. A média é sempre a mesma e só temos de colocar a distância a que devemos chegar à PECR5.

Rabbit 2.0

PECR5

Esta PECR é a PRA que o Nuno Serrano e o Alexandre Berardo fizeram no Módulo 4, mas nessa filmagem com médias diferentes. Usando a tabela do Módulo 4, poderíamos colocar o minuto e o segundo de passagem em cada figura do Road-Book, e também as horas de mudança de média.

 

Rabbit 2.0

No Rabbit

Para pré programar o Rabbit para esta PECR temos de colocar as distâncias a que mudam as médias, os valores da velocidade que temos de cumprir e a quilometragem a que chegamos à PECR6.

Rabbit 2.0

PECR6

Esta PECR é uma PRS. Sabemos a que distâncias vão estar os finais dos sectores, mas não sabemos que tempos temos de efetuar.

 

No Rabbit

Podemos pré programar o Rabbit, mas não é das programações mais importantes. Iremos ter as placas no final dos sectores, onde teremos de passar à hora que nos for indicada na Carta de Controlo.

Rabbit 2.0

PECR7

Esta PECR é novamente uma PRA, sempre à média de 50 km/h. Usando o ficheiro de excel do Módulo 4 podemos calcular as horas de passagem nas figuras do Road-Book.

 

Rabbit 2.0

No Rabbit

Mais uma vez temos uma pré programação fácil, com uma única média na PECR e a distância da ligação até à PECR8.

Rabbit 2.0

PECR8

A última PECR da primeira secção do Rali ACP Clássicos 2019 é mais uma PRA. Esta com duas mudanças de média.

Usando o excel, podemos calcular as horas de passagem nas figuras do Road-Book, que incluem as mudanças de média.

Rabbit 2.0

No Rabbit

Pré-programar a última PECR da secção implica colocar as médias, as distâncias a que mudam e a distância para o Controlo horário de final de secção.

Rabbit 2.0

As contas dentro do carro

À partida

Na partida, recebemos a Carta de Controlo. E, a partir deste momento, temos todos os documentos que precisamos e podemos calcular as horas onde temos de estar durante a 1ª secção do Rali ACP Clássicos. Como a nossa hora de partida é às 10:31:30, pela Carta de Controlo ficamos a saber que temos uma ligação de 13 minutos até à PECR1.

Quando alinhamos o carro para a partida, temos de colocar os contadores de metros a zero, incluindo o do Rabbit, para nos conseguirmos orientar no Road-Book. Isto é o essencial, e programar a ligação no Rabbit um acessório pouco habitual.

Poderemos carregar o Rabbit para esta ligação, acrescentando os 13 minutos para chegar à PER1. Ao completarmos esta informação, ficamos a saber que a média é de 23,2 km/h. Podemos fazer isto, quando já estamos em prova. Mas, se no início tínhamos colocado a distância a zero, podemos pôr esta informação durante a ligação e carregar em “Enviar ao Nav…”. O Rabbit fica a indicar o tempo que temos de avanço ou de atraso.

Rabbit 2.0

PECR1

Pela Carta de Controlo ficamos a saber que iremos iniciar esta prova 13 minutos após a partida (10:31:30 + 013:00 = 10:44:30). Sabemos que esta PECR é uma PRA e que o uso do Rabbit é essencial para fazer bem esta prova. Para a ligação até à PECR1 não era importante saber a média. Neste tipo de provas é essencial carregar o Rabbit para fazer bem a PECR.

Rabbit

A hora de início já pode ser colocada no Rabbit, mas falta ainda o tempo de ligação, para termos a informação completa.

Se a PECR1 se inicia 13 minutos após a partida e a PECR2 é 47 minutos, temos, 34 minutos entre ambas. (0:47:00 – 0:13:00 = 0:34:00)

Se colocarmos a hora de início, “Largada”, e a “Hora Fin” (tempo de ligação até à PECR2), temos a PECR1 completa, como vemos do lado direito.

A ligação é a 48 km/h! Atenção!!!

Rabbit 2.0

PECR2

Na Carta de Controlo está a informação que esta prova se inicia 47 minutos após a partida (10:31:30 + 0:47:00 = 11:18:30). Sabemos que é uma PRF e já colocámos as horas ideias de passagem nas figuras. Basta iniciar o cronómetro à hora certa e o navegador “cantar” os segundos para cada figura. Também convém avisar o piloto das mudanças de média e do cruzamento 70 metros depois de mudar de média para 30 km/h. Podemos carregar o Rabbit, se tivermos tempo.

Rabbit

Se a PECR2 se inicia 47 minutos após a partida, a PECR3 começa 1 hora depois do início da prova. Ou seja, entre a PECR2 e a PECR3 há uma diferença de 13 minutos (1:00:00 – 0:47:00 = 0:13:00).

Se colocarmos a hora de início, “Largada” e a “Hora Fin” (tempo de ligação até à PECR3), temos a PECR2 completa, como vemos do lado direito.

Rabbit 2.0

PECR3

Na Carta de Controlo está a informação que esta prova se inicia 1 hora após a partida (10:31:30 + 1:00:00 = 11:31:30). Esta é mais uma PRA onde convém ter o Rabbit programado e a funcionar. É uma prova curta e com poucas figuras.

Rabbit

Se a PECR3 se inicia 1 hora após a partida, a PECR4 começa 1 hora e 23 minutos depois do início da prova. Ou seja, entre a PECR3 e a PECR4 há uma diferença de 23 minutos (1:23:00 – 1:00:00 = 0:23:00).

Se colocarmos a hora de início, “Largada” e a “Hora Fin” (tempo de ligação até à PECR4), temos a PECR3 completa, como vemos do lado direito.

Rabbit 2.0

PECR4

Na Carta de Controlo está a informação que esta prova se inicia 1 hora e 23 minutos após a partida (10:31:30 + 1:23:00 = 11:54:30). Esta é uma prova à Figura, toda à média de 50 km/h, e já colocámos a hora ideal de passagem em cada figura. O piloto sabe que a média é de 50 km/h e tem de manter esta velocidade, que deve coincidir com as horas de passagem em cada figura.

Rabbit

Se a PECR3 se inicia 1 hora e 23 minutos após a partida, a PECR5 começa 1 hora e 33 minutos depois do início da prova. Ou seja, entre a PECR3 e a PECR4 há uma diferença de 10 minutos (1:33:00 – 1:23:00 = 0:10:00).

Se colocarmos a hora de início, “Largada” e a “Hora Fin” (tempo de ligação até ao CH), temos a PECR4 completa, como vemos do lado direito.

O Rabbit corrigiu os 10 minutos para 9:59,9.

Rabbit 2.0

PECR5

Na Carta de Controlo está a informação que esta prova se inicia 1 hora e 33 minutos após a partida (10:31:30 + 1:33:00 = 12:04:30). Esta é mais uma PRA onde convém ter o Rabbit programado e a funcionar. É uma prova com mudanças de média e temos de avisar o piloto para virar à esquerda 50 metros após a placa de localidade. Já colocámos as horas de passagem nas figuras mas, sendo uma PRA, é uma prova em que é melhor usar o Rabbit.

Rabbit

Se a PECR5 se inicia 1 hora e 33 minutos após a partida, a PECR6 começa 1 hora e 50 minutos depois do início da prova. Ou seja, entre a PECR5 e a PECR6 há uma diferença de 17 minutos (1:50:00 – 1:33:00 = 0:17:00).

Se colocarmos a hora de início, “Largada” e a “Hora Fin” (tempo de ligação até à PECR6), temos a PECR5 completa, como vemos do lado direito.

Mais uma vez o Rabbit corrigiu os 17:00,0 para 16:59,9.

Rabbit 2.0

PECR6

Na Carta de Controlo está a informação que esta prova se inicia 1 hora e 50 minutos após a partida (10:31:30 + 1:50:00 = 12:21:30). Esta é uma PRF onde o primeiro sector é para efetuar à média de 50 km/k. Como cada sector tem 1,60 km, sabemos pela tabela da PECR1, 4 e 7 que é para cumprir em 1 minuto e 55 segundos. (Pelo Rabbit sabemos que é mais corretamente 1 minuto, 55 segundos e 2 décimas). Como é uma prova por sectores, temos de executar o 2º sector em mais 4 segundos que o 1º. Se por acaso não acertarmos no 1º sector, temos de fazer o 2º em mais 4 segundos que o 1º para não sermos mais penalizados.

Rabbit

Se a PECR6 se inicia 1 hora e 50 minutos após a partida, a PECR7 começa 2 hora e 15 minutos depois do início da prova. Ou seja, entre a PECR6 e a PECR7 há uma diferença de 25 minutos (2:15:00 – 1:50:00 = 0:25:00).

Se colocarmos a hora de início, “Largada”, a média do 1º Setor, o tempo do 2º sector em mais 4 segundos que o 1º e a “Hora Fin” (tempo de ligação até à PECR6), temos a PECR5 completa, como vemos do lado direito.

Rabbit 2.0

PECR7

Na Carta de Controlo está a informação que esta prova se inicia 1 hora e 33 minutos após a partida (10:31:30 + 2:15:00 = 12:46:30). Esta é mais uma PRA onde convém ter o Rabbit programado e a funcionar. É uma prova sem mudanças de média em que é melhor usar o Rabbit.

Rabbit

Se a PECR7 se inicia 2 horas e 15 minutos após a partida, a PECR8 começa 2 horas e 24 minutos depois do início da prova. Ou seja, entre a PECR7 e a PECR8 há uma diferença de 9 minutos (2:24:00 – 2:15:00 = 0:09:00).

Se colocarmos a hora de início, “Largada” e a “Hora Fin” (tempo de ligação até à PECR6), temos a PECR7 completa, como vemos do lado direito.

Mais uma vez o Rabbit corrigiu os 17:00,0 para 16:59,9

Convém reparar que o início da PECR 8 é cerca de 1 km depois do final da PECR 7. Temos de ser rápidos a mudar de PECR no Rabbit, pois são 2 PRA.

Rabbit 2.0

PECR8

Na Carta de Controlo está a informação que esta prova se inicia 2 hora e 24 minutos após a partida (10:31:30 + 2:24:00 = 12:55:30). Esta é mais uma PRA onde convém ter o Rabbit programado e a funcionar. É uma prova com mudanças de média. Já colocámos as horas de passagem nas figuras mas, sendo uma PRA, é uma prova em que é melhor usar o Rabbit.

Rabbit

Se a PECR8 se inicia 2 horas e 24 minutos após a partida, o Controlo Horário (CH) é 2 horas e 40 minutos depois do início da prova. Ou seja, entre a PECR8 e o CH há uma diferença de 16 minutos (2:40:00 – 2:24:00 = 0:16:00).

Se colocarmos a hora de início, “Largada” e a “Hora Fin” (tempo de ligação até ao CH), temos a PECR8 completa, como vemos do lado direito.

Atenção que a ligação tem uma média de 43 km/h e temos de entrar em Mafra, onde devemos apanhar trânsito.

Como vimos no Regulamento, sendo um CH, podemos controlar antes da nossa hora, sem penalizar.

Rabbit 2.0

scroll up