O Papa Francisco chega a 12 e 13 de maio a Fátima, para presidir à primeira Peregrinação Internacional Aniversária do Centenário das Aparições.

Uma viagem de cerca de 24h durante a qual vai rezar, logo à chegada a Fátima, na Capelinha das Aparições, pelas 18h15.

Francisco é o quarto Papa a visitar Fátima, depois de Paulo VI (1967), João Paulo II (por três vezes, em 1982, 1991 e 2000) e Bento XVI (2010).

Acessos à Cova da Iria

A circulação automóvel no interior da Cova da Iria terá restrições a partir de 5 de maio, sendo total a partir da tarde do dia 12 até ao dia 13 para veículos não credenciados.

Nesse período, todas as viaturas automóveis sem credenciação devem ficar nos 20  estacionamentos em torno de Fátima, a distâncias até 20 quilómetros, com uma capacidade para 18.000 veículos.

O transporte de ida e volta dos parques para o recinto do Santuário incluirá 75 transferes, gratuitos e permanentes.

O acesso de pessoas ao recinto é totalmente livre, sem qualquer necessidade de acreditação. A limitação natural será a lotação do recinto, calculada em cerca de 400.000 pessoas.

As autoridades recomendam a opção pelos transportes públicos - comboio e autocarro. No caso dos comboios haverá transferes gratuitos entre as duas estações que servem Fátima (Chão de Maçãs e Caxarias).

Quanto aos autocarros, os passageiros serão deixados e recolhidos no Terminal Rodoviário de Fátima, a cerca de 100 metros da Basílica da Santíssima Trindade.

Se optar por viatura própria, a recomendação é que inicie viagem para Fátima o mais cedo possível e que evite a A1, onde se prevêem congestionamentos de trânsito. São recomendadas as vias A8, A13, A23 e IC9.

Mais informações aqui

Papa em Fátima 2017

19/04/2017

Politica de Utilização de Cookies

Este site utiliza Cookies de acordo com a política em vigor. Ao navegar em acp.pt estará a consentir a utilização dos Cookies. Saber mais